Bem-vindo ao blogger Tudo a ver!

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Rivalidade entre torcidas organizadas

As maiores torcidas organizadas do estado do Ceará, TUF (Torcida Uniformizada do Fortaleza) e a TOC (Torcida Organizada Cearamor), tem sidos alvos de constantes críticas no meio esportivo do estado, principalmente pelo fato de sempre estarem proporcionando brigas em estádios ou ginásios. A polícia local envolve-se para evitar os confrontos. Várias medidas são criadas para que haja o enfraquecimento dos conflitos.
Desde 2003, principalmente, houve um agravamento e uma maior propagação dessa rivalidade entre as maiores torcidas organizadas, foram registrados de 2003 até agosto de 2010 a morte de seis pessoas, vítimas de incidentes violentos envolvendo torcidas organizadas de clubes cearenses. Acontecimentos marcados pela intolerância entre torcedores. Em 2008, outros dois incidentes acirraram ainda mais a rivalidade entre as torcidas organizadas de Ceará e Fortaleza e causaram mortes. Em janeiro, um jovem torcedor, foi morto, no José Walter, após ser atingido por uma bala que partiu de briga entre torcedores dos dois times, marcada pelo Orkut. Cinco meses depois, ônibus que levava a torcida do América-RN, cujo tem a sua maior torcida organizada aliada com a TUF, foi cercado por integrantes da Cearamor, em Aquiraz. Um disparo matou o potiguar Jéferson Gabriel da Silva. Em ambos os casos a polícia não descobriu quem efetuou os disparos.
A facilidade encontrada em se comunicar, por um dos maiores meios de comunicação atualmente, a internet, também pode ser considerado um dos motivos para o aumento dos índices de rivalidade entre as T.O, já que alguns encontros, entre torcidas rivais, são marcados através da internet. Outro motivo que gera tal rivalidade pode ser também, o “sistema de aliadas”, como isso funciona? Funciona da seguinte forma, uma torcida organizada de um estado se alia, se une, com outra de estado diferente ou do mesmo estado. Qual o benefício de se ter uma torcida aliada? Essa torcida aliada pode dar apoio quando o time da outra torcida for jogar em sua cidade, indo aos jogos ou até oferecendo abrigo a mesma. Não entendeu? Vamos a um exemplo prático: a Torcida Uniformizada do Fortaleza (TUF) tem como uma de suas aliadas a Torcida Máfia Vermelha (América-RN), quando o Fortaleza vai jogar em Natal, contra o ABC, time rival ao América e que tem sua maior torcida organizada aliada a Cearamor (TOC), membros da torcida Máfia Vermelha vão ao estádio junto com a TUF, dão apoio e abrigo à TUF. Isso faz com que ocorra uma maior probabilidade de ocorrer brigas entre essas torcidas.
Com o aumento nos números de aliadas, surgiram duas divisões, principalmente entre torcidas do nordeste brasileiro, o chamado Lado A e o Lado B. A seguir, as principais torcidas organizadas que compõem os dois lados.
LADO A
Leões da TUF (Fortaleza)
Jovem Garra Tricolor (Fortaleza)
Torcida Mancha Azul (CSA-AL)
Torcida Máfia Vermelha (América-RN)
Torcida Trovão Azul (Confiança-SE)
Torcida Organizada Inferno Coral (Santa Cruz)
Torcida Jovem do Galo (Treze-PB)
Força Jovem do Guarany (Guarany-CE)
Torcida Motofolia (Moto Clube-MA)
LADO B
Torcida Organizada Cearamor (Ceará)
Movimento Organizado Força Independente (Ceará)
Torcida Jovem do Botafogo (Botafogo-PB)
Torcida Comando Vermelho (CRB-AL)
Torcida Garra Alvinegra (ABC-RN)
Torcida Jovem Fanáutico (Náutico-PE)
Tubarões da Fiel (Sampaio Corrêa-MA)
Essa rivalidade toda não era vista em décadas anteriores, nessa época torcedores de times rivais ficavam juntos no estádio e a rivalidade não era tida como motivos para brigas, mas sim, motivos para brincadeira e diversão, por isso houve um grande afastamento de famílias nos estádios de futebol.
Se existe esse “lado negro” nas torcidas organizadas, também não podemos esquecer de citar o que elas fazem de bom para o time que elas torcem. A TUF e a TOC são as principais responsáveis pelas grandes festas nas arquibancadas, no estado do Ceará. Essas torcidas organizadas são famosas por cantar durante os eventos esportivos gritos de guerra. Estes gritos estão relacionados a própria torcida, o clube, o nome de atletas ou dirigentes e também os adversários. É frequente o uso de palavrões durante os cantos, especialmente quando se refere aos rivais.
O que caracteriza a organização da torcida é sua estrutura. Toda torcida organizada possui presidente, vice-presidente, tesoureiro, puxador (responsável por puxar cantos e gritos de guerra das torcidas), entre outros cargos mais. Em relação a organização financeira das torcidas organizadas, algumas delas recebem ingressos dos diretores do clubes de futebol para acompanhar os eventos. É comum que parte dessas entradas sejam revendidas para outros torcedores, buscando lucro. Os membros geralmente pagam mensalidades para manter a organização de sua torcidas. Outra forma de sustenta-lás é a adoção de um mascote próprio e a partir dele, geralmente é feito a divulgação e comercialização de toda uma série de produtos envolvendo a marca da torcida, sendo vendidas, principalmente, nas próprias lojas das torcidas.
Como se pode ver as torcidas organizadas não trazem apenas malefícios para a sociedade, mas para que essas “organizações” proporcionem apenas coisas boas é necessário que haja uma resolução dos problemas que foram citados nesse texto. Umas das possíveis resoluções para esse problema seria o cadastro de todos os membros das torcidas organizadas e que esses dados fossem controlados por órgãos públicos, facilitando a descoberta de membros envolvidos em brigas ou em outras atividades criminosas.
Perguntado se “Muitos apontam que a violência nos estádios só irá acabar quando as torcidas organizadas forem extintas, você concorda com esse pensamento?” dois integrantes de torcidas rivais, foram quase que unanimes em suas respostas, respectivamente, eles responderam: “Isso nunca vai acontecer, mesmo que proíbam a sua existência, as torcidas organizadas nunca serão extintas”;” É impossível que isso aconteça, elas sempre existiram, mesmo que sejam escondidas, elas sempre existiram”.

Equipe:
Alan Custódio
Arley Cristian
Felipe Mesquita
Iusa Carolina

0 comentários:

Postar um comentário